Souza Paiol

Criado em 1998, o Cigarro de Palha Souza Paiol tornou-se referência nacional
como produto de uma empresa surgida de uma boa ideia e uma visão estratégica de
mercado.

História de um mineiro matuto e esperto que, ao descobrir que não levava muito
jeito para enrolar seus próprios “pitos”, passou a contratar mão-de-obra para
que os cigarros fossem preparados. Prontos, os cigarros faziam sucesso entre os
amigos e o estoque de cigarros logo se esvaziava. Atento à
oportunidade e inquieto como todo homem de negócio, José Haroldo Vasconcelos
percebeu um mercado potencial a ser explorado. Nascia a Souza Paiol na cidade
de Pitangui – MG.

Sem registro ainda e sem firma, foram feitas algumas caixinhas e já com um
estilo definido, foram distribuídas em bares da cidade e região, sendo pioneiro no comércio de cigarros de palha.

 

O nome veio de uma associação do nome de sua família com um elemento presente no meio rural, o paiol, local onde se guarda o milho. Em muito pouco tempo, a Souza Paiol passou a ser uma marca de cigarros presente em locais mais distantes dentro do estado de Minas e posteriormente, em todo o Brasil. Hoje a marca é nacionalmente conhecida, tendo sido citada em diversos programas, revistas e jornais de circulação nacional.

A Souza Paiol funcionou durante algum tempo sem registro, mas em março de 1999 com a situação completamente regularizada e tendo seu registro efetuado como uma micro-empresa, entra definitivamente na fase de produção em maior quantidade, não deixando no entanto, de ser um produto inteiramente artesanal.

Souza Paiol

 

Souza Paiol

A linha de montagem emprega hoje mais de 6000 (seis mil) pessoas representadas por empregos diretos e indiretos, nas cidades de Pitangui, Pompéu, Martinho Campos, etc.

Hoje, a Souza Paiol consolida-se como uma empresa tipicamente Mineira. Nascida de uma ótima ideia e visão de mercado e como mineiro que, de mansinho, vai chegando e tomando seu espaço.

Etapas de Produção

  • Seleção das Palhas

    Seleção das Palhas

    A seleção das palhas dos cigarros Souza Paiol é cuidadosamente realizada para garantir um excelente produto final.

  • Fumo de Rolo

    Fumo de Rolo

    Somente fumos de rolo de qualidade são utilizados na produção dos cigarros Souza Paiol.

  • Processo manual de picar o fumo

    Processo manual de picar o fumo

    Para conferir a qualidade da produção artesanal, todo o fumo é picado manualmente por pessoas extremamente habilidosas, o que garante um produto final que agrada a todos.

  • Enrolar cada cigarro

    Enrolar cada cigarro

    Dando sequência à produção artesanal, o ato de enrolar o cigarro de palha Souza Paiol é mais uma das etapas que garante a característica artesanal do nosso produto.

  • Acabamento nas pontas

    Acabamento nas pontas

    O acabamento feito nas pontas de todos os cigarros garante que mantenham uma característica única e seu tamanho dentro dos padrões definidos pelo dono da ideia original.

  • Seleção Final

    Seleção Final

    Após passar por todos os processos artesanais de produção, a seleção dos cigarros de palha Souza Paiol é feita de forma minuciosa para a etapa final que é a embalagem.